Já pensou em acordar e ter 1 milhão na sua conta?

pilha_dinheiro.jpgpor Ana Paula Ruiz, CATHO ONLINE

 R$ 1 milhão!

Já pensou em acordar com este dinheiro na sua conta?

O que você faria?

Pois foi assim que acordou o paulista Diego Gasques, conhecido como “Alemão”, no último dia 04, depois de vencer a sétima edição do Big Brother Brasil.
Depois de 95 dias de confinamento, ele teve o maior índice de aprovação já registrado na história do programa: 91%! Na semana que antecedeu o final do programa, a TV Globo, que passa o reality show, exibiu um especial mostrando o que os vencedores das edições anteriores tinham feito com o prêmio – no começo, R$ 500 mil – e, pasmem: muitos deles não tem quase mais nada…

Como pode?

Pode, sim! Ganhar é difícil, mas gastar dinheiro é uma das coisas mais fáceis de fazer do mundo!
No caso do Alemão, por exemplo, suas preocupações assim que recebeu o dinheiro foram:
– pagar a fatura atrasada do cartão de crédito, que já está em R$ 12 mil
– comprar uma prancha de surfe, que custa cerca de R$ 1 mil
– levar sua namorada e seus amigos para passar uns dias em Fernando de Noronha (calculando que uma viagem destas custa, em média, R$ 3 mil por pessoa, fora as despesas, vamos pensar que ele vai gastar mais ou menos R$ 20 mil…)
– doar 10% do prêmio (R$ 100 mil) para uma instituição de caridade

Só aí chegamos a R$ 150 mil, e parece pouco, não é mesmo?

A questão é que não estamos aqui para falar deste caso específico, mas sim do que dá para fazer com 1 milhão de Reais!

MAS O QUE SIGNIFICA 1 MILHÃO?

Segundo o economista Gustavo Cerbasi, conhecido pelos livros “Casais Inteligentes Enriquecem Juntos”, “Dinheiro – Os segredos de quem tem” e “Filhos Inteligentes Enriquecem Sozinhos”, ter 1 milhão de reais não é muito difícil… Ele afirma que as chances de um executivo de classe média conquistar, ainda em vida, um patrimônio equivalente a R$ 1 milhão são atualmente bastante elevadas. “Quem recebe R$ 5 mil reais por mês, por exemplo, acumula R$ 1,8 milhão de renda de seu trabalho em 30 anos. Se metade destes ganhos for revertida em bens como automóveis, casas e investimentos, os juros irão se encarregar de formar o número mágico…”.

Mas atenção: bem em uso não deve ser utilizado como medida de riqueza de uma pessoa! Por mais que um imóvel próprio, por exemplo, se valorize ao longo do tempo, ele provavelmente será trocado por outro de valor similar ou um pouco mais elevado, ou seja… “No conceito econômico, um milionário possui ao menos US$ 1 milhão aplicados em ativos de liquidez. Um milionário brasileiro possuiria investimentos mínimos de R$ 1 milhão (risos). Um patrimônio como este gera renda real de 0,8% de juros ao mês, mais ou menos R$ 8 mil, suficiente para viver bem no Brasil”.

O conselho de Cerbasi para chegar ao primeiro milhão é traçar um plano para se aposentar com uma renda perpétua de R$ 8 mil. “Não é impossível! O problema do brasileiro está na falta de foco para traçar objetivos e o mau uso da renda proveniente de seu trabalho”, garante o economista.

Segundo ele, para construir o primeiro R$ 1 milhão, ou qualquer fortuna que garanta seus objetivos de vida, há uma receita muito simples: gaste menos do que você ganha e invista bem a diferença. Ao seguir esta receita, basta fazer algumas contas relativamente simples para saber o quanto economizar por mês, durante quanto tempo e onde investir. O maior problema não está em “onde investir”, pois o Brasil é um dos países mais ricos em oportunidades que permitem enriquecer quem investe em fundos, ações, imóveis, negócios próprios e negociações diversas. O grande problema está em “gastar menos” devido à natureza geneorsa e consumista típica do brasileiro, que sabe viver muito bem o presente mas ainda não aprendeu a enxergar o futuro… Com uma boa dose de disciplina, qualquer pessoa pode construir fortunas. Basta seguir os seguintes passos:

1) controle seus gastos pessoais
2) organize-se e tenha disciplina para gastar menos do que você ganha
3) liste por escrito seus sonhos para o futuro
4) selecione qual é a alternativa de investimento com a qual você se sente à vontade para aprender continuamente
5) invista bem e regularmente
6) estja sempre atento a mudanças de tendências em seus investimentos

“É uma questão de escolhas e força de vontade”, garante Cerbasi.

UM BATE-PAPO RÁPIDO

Sei que você, leitor, deve estar morrendo de vontade de fazer algumas perguntas a Gustavo Cerbasi, por isso, segue abaixo um bate-papo rápido que tivemos com ele:

O que representa R$ 1 milhão hoje em dia?
 

Representa muito menos do que muitos podem imaginar… Se alguém que ganha R$ 1 milhão decide comprar alguns imóveis e faz escolhas ruins, terá se tornado escravo dos custos destes imóveis para o resto da vida. Porém, se este ganhador decide investir bem e com segurança seu novo milhão, terá assegurado nada mais que um padrão de classe média à sua família. Por exemplo, digamos que ao ter em mãos R$ 1 milhão uma pessoa conservadora decida investí-lo em títulos públicos ou num bom fundo de renda fixa. Ao fazer isso, ela estará ganhando cerca de 0,85% ao mês, cerca de R$ 8.500,00 de rendimentos. Porém, se quiser que esta renda dure para sempre, é preciso descontar a inflação mensal de 0,25%, deixando o patrimônio crescer no ritmo da inflação. Com isso, a renda assegurada seria de 0,6% ao mês, ou R$ 6.000,00 para o resto da vida, atualizados pela inflação a cada mês. É muito dinheiro para a média do brasileiro, mas não assegura nada mais que um padrão de vida familiar mediano para uma grande cidade como São Paulo (SP) ou Rio de Janeiro (RJ).

Levando em conta o nosso salário mínimo e a renda atual média do brasileiro, quanto tempo uma pessoa demora para juntar R$ 1 milhão?
Uma pessoa precisaria aplicar em renda fixa cerca de R$ 500,00 mensais durante 40 anos para formar cerca de R$ 1 milhão. Parece desanimador, mas isso acontece porque se trata de ganhos reais de cerca de 8% ao ano. Se a pessoa for mais seletiva e conseguir fazer seu dinheiro crescer a um ritmo de cerca de 13% ao ano, juntará R$ 1 milhão com os mesmos R$ 500,00 mensais após 27 anos, ou precisará de R$ 85,00 mensais para juntar R$ 1 milhão em 40 anos. Talvez sejam alternativas inviáveis para o brasileiro médio, que ganha cerca de R$ 1.100,00 por mês, mas isso pode mudar com uma visão a longo prazo. Se um pai começar a investir bem R$ 100,00 mensais para um filho recém-nascido, juntará cerca de R$ 55 mil até este filho completar 18 anos de idade. E se este jovem optar por manter estes R$ 55 mil aplicados em algo que renda 10% reais ao ano, mesmo que não aplique nem mais nada, terá cerca de R$ 1 milhão atualizados pela inflação ao completar 50 anos de idade.

Ter R$ 1 milhão na conta significa gastar mais?
Quem consegue juntar R$ 1 milhão é, normalmente, quem gasta melhor seu dinheiro. Por isso, pode até ser que essa pessoa consiga comprar mais coisas do que aqueles que não conseguem. O motivo está no fato do brasileiro médio gastar hoje, sem saber, cerca de 30% de seu salário no pagamento de juros. Em outras palvras, a renda média do brasileiro é de R$ 1.100,00 e gasta-se cerca de R$ 330,00 mensais de juros para os bancos. Quem financia uma casa durante 20 anos despreza o fato de gastar dois terços de cada parcela em juros. Quem financia um carro em seis anos não está nem aí para o fato de pagar um terço a mais pelo carro. É um absurdo, pois o brasileiro ainda aceita comprar tudo financiado num País que cobra os juros mais altos do mundo! O certo seria cultivar o hábito da poupança e da paciência para comprar tudo – ou quase tudo – à vista. Isso daria às famílias brasileiras cerca de R$ 330,00 mensais a mais de renda e poder de consumo.

Quais são os tipos de negócios lucrativos que uma pessoa pode abrir com R$ 1 milhão?
É impossível dizer qual é o melhor investimento, pois a melhor alternativa para seu dinheiro é aquela com a qual você se sinta mais à vontade para aprender. Alguns fazem fortunas comprando e revendendo imóveis, outras fazem isso com carros, obras de arte, itens de leilão. Outros fazem fortunas investindo em ações. Outros abrem um comércio, enquanto há aqueles que preferem entrar numa franquia. Há exemplos de sucesso em qualquer área – a diferença entre os que prosperam e os que fracassam está em dois aspectos: conhecimento do negócio e aprendizado contínuo sobre ele e gastar menos do que se lucra, reinvestindo a diferença.

Se eu ganhar R$ 1 milhão amanhã, posso parar de trabalhar?
É melhor que não faça isso (risos)… Em primeiro lugar, porque o ócio nos envelhece. Em segundo, porque quem tem R$ 1 milhão pode chegar facilmente a R$ 2 milhões se fizer boas escolhas com o dinheiro. Recomendo a quem chega lá que, uma vez conquistada a deliciosa sensação de segurança e independência financeira, passe a trabalhar em algo pelo qual se sinta realmente apaixonado, talvez até cursar uma nova faculdade… Ocupe seu tempo não só de maneira produtiva, mas também de maneira a oferecer à sociedade serviços de qualidade que só apaixonados podem oferecer. Se mais pessoas escolhessem suas carreiras profissionais pela paixão e não pelo dinheiro, provavelmente teríamos mais milionários no Brasil.

Ter R$ 1 milhão é ser milionário?
Não, pois nossa inflação, pequena mas não desprezível, faz com que este milhão, que já foi uma enormidade há uma década, seja hoje a mera garantia de um padrão de classe média. Nos padrões internacionais, um milionário é quem possui um patrimônio de liquidez (que pode ser movimentado entre aplicações) de pelo menos US$ 1 milhão, ou seja, R$ 2 milhões. Se forem aplicados na segura renda fixa, estes R$ 2 milhões rendem cerca de R$ 13 mil por mês. Quem tem esta renda assegurada para o resto da vida por outras fontes (aluguéis, franquia, direitos autorais, pensão ou aposentadoria) pode se considerar um milionário, pelos padrões internacionais.

O que você faria com R$ 1 milhão hoje?
Como sou investidor, manteria minha estratégia de alocar a maior parte do dinheiro numa boa carteira de ações e uma parte menor em renda fixa. Essa é a minha escolha porque eu já estou envolvido com o mercado de ações. Para qualquer outra pessoa, repito a regra preciosa: a melhor alternativa para seu dinheiro é aquela com a qual você se sinta mais à vontade de aprender mais sobre ela.

2 respostas para Já pensou em acordar e ter 1 milhão na sua conta?

  1. Eurico Lopes disse:

    Matéria muito interessante.

  2. jairo disse:

    Ola parabens pela materia .vou investir 80Mil quanto isso me da em 10Anos?Qual melhor inves+imento?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: