A responsabilidade é do líder

junho 26, 2010

”Se um time aparece em um jogo tão importante como o de hoje com terror no coração e nas pernas e não consegue expressar sua habilidade é porque o técnico não treinou a equipe da forma que deveria”

Marcelo Lippi, técnico da seleção italiana analisando o seu trabalho na Copa 2010.

Anúncios

Como quebrar uma empresa

março 28, 2010

Do livro: Os dez mandamentos para fracassar nos negócios,

do americano Donald Keough (ex-CEO da Coca-Cola).

1. PARE DE CORRER RISCOS

Sobretudo em períodos de incerteza. É  o oposto do que fez a Coca-Cola na Grande Depressão. A companhia investiu pesado em marketing e criou um ícone que aumentou as vendas até hoje: o papai noel gorducho!

2.  SEJA INFLEXÍVEL

Nunca procure outro jeito de fazer as coisas. Na década de 50, por exemplo a Coca-Cola perdeu mercado para a Pepsi ao insistir apenas na garrafinha de vidro de 185ml.

3. ISOLE-SE

Crie sua bolha executiva. Consiga uma sala grande e afastada e depois feche a porta.

4. ACREDITE QUE É INFÁLIVEL

Jamais admita um erro. Os clientes costumam ser encrenqueiros. Você sempre poderá responsabilizá-los por algo que não deu certo.

5. JOGUE PRÓXIMO A LINHA DO PÊNALTI

Em vez de se perguntar ”isso é certo?”, pergunte ”será que dá pra fazer isso sem ser apanhado?”

6. NÃO PARE PRA PENSAR

Evite observar os erros e não os analise. A tendência é que você sempre cometa os mesmos erros no futuro.

7. CONFIE CEGAMENTE NOS ESPECIALISTAS

O que não falta são vigaristas gentis e agradáveis dispostos a lhe vender seus serviços.

8. AME A BUROCRACIA

Assegure-se de que as regras e as rotinas sufoquem a criatividade de seus funcionários.

9. ENVIE MENSAGENS CONFUSAS

Mantenha uma comunicação de duplo sentido com seu pessoal, fornecedores e clientes

10. TENHA MEDO DO FUTURO

Mesmo que não existam temores reais no horizonte, crie-os. Coisas ruins acontecem o tempo todo em todo lugar.


Petrobras é a empresa mais desejada por jovens brasileiros

setembro 2, 2009

Principal motivo que levou a estatal à liderança pela quinta vez consecutiva é o crescimento profissional que ela pode proporcionar.

pela Revista EXAME, 27/08/09

Petrobras-b    Pela quinta vez consecutiva, a Petrobras foi considerada a empresa mais desejada entre os jovens brasileiros, na pesquisa online “Empresa dos Sonhos dos Jovens”, realizada pela Cia de Talentos, do Grupo DMRH, em parceria com a consultoria TNS. Na oitava edição, 30.000 jovens universitários e recém-formados foram ouvidos para formar o ranking. Na sequência aparecem Google e Unilever, que mantiveram a mesma posição do ano passado. Há na lista Vale, Nestlé, Natura, Itaú Unibanco, Microsoft, Rede Globo e AmBev, que, pela primeira vez, aparece entre as dez companhias mais citadas pelos jovens.

O principal motivo de escolha de uma empresa para os jovens foi o crescimento profissional que ela propicia. O item “bons salários” e “benefícios” o mais votado na última edição -, caiu para a quarta. “Os jovens estão em busca de realização profissional e o dinheiro é visto como resultado de um bom trabalho feito na sua área de atuação”, afirmou Sofia Esteves, presidente do Grupo DMRH, em nota.

1. Crescimento Profissional
2. Desenvolvimento Profissional
3. Ambiente de trabalho agradável
4. Bons salários e benefícios
5. Apoio a cursos e treinamentosO desejo por um crescimento profissional também faz com que os jovens fiquem dispostos a permanecer numa empresa por um período mais longo O tempo médio observado na pesquisa é de 10 anos.

Até 4 anos – 13%
De 4 a 6 anos – 25%
De 6 a 10 anos – 26%
De 10 a 20 anos – 16%
Mais de 20 anos – 19%

Por que sair de uma empresa
Metade dos entrevistados disse que a falta de crescimento profissional seria a principal razão para trocar de companhia. A falta de um ambiente de trabalho agradável faria 48% procurar outro emprego. Na sequencia, 38% mencionaram a falta de desenvolvimento profissional e 34% disseram que não ter salário e benefícios adequados ao cargo seria um motivo para trocar de empresa.

A pesquisa mostra ainda que 60% dos jovens escolhem uma empresa pela imagem que a companhia passa por meio da qualidade de seus produtos e serviços. Já 55% tomaram a decisão com base no que é divulgado na imprensa. Conhecer alguém que trabalha ou trabalhou na empresa foi o motivo citado por 46% dos entrevistados. A busca de informações nos sites das companhias ficou com 36% dos votos. Já 29% dos jovens disseram que não recorram a fontes, pois é natural que uma empresa de grande porte ofereça aquilo que ele busca numa organização.

barak-obama

 
Obama é o líder ideal
Neste ano, a pesquisa também perguntou aos jovens quem são seus líderes. O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, liderou o ranking. Lula, ficou em terceiro lugar, logo atrás do empresário Roberto Justus. Conheça as dez personalidades mais admiradas pelos jovens brasileiros:

1. Barack Obama
2. Roberto Justus
3. Luis Inácio Lula da Silva
4. Jesus
5. Steve Jobs
6. Pai/mãe
7. Silvio Santos
8. Bill Gates
9. Mahatma Gandhi
10. Bernardinho


Quando for a sua vez de comandar a equipe…

novembro 25, 2008

lider2

ATITUDE

Os problemas devem terminar em você, não dá pra repassar pra ninguém. Você é o criador de soluções ou o facilitador de situações pra que as dificuldades deixem de existir.

RELACIONAMENTO

Acostume-se a não ter amigos ou tê-los bem poucos. Um comentário ou observação maldosamente interpretado em um happy hour da empresa pode colocar todo o trabalho a perder.  Você está só na maioria das situações e nunca deve deixar totalmente claro aquilo que você pensa.

COMPORTAMENTO

Tudo o que você faz emite um sinal. Você é um semáforo (consciente ou inconsciente) transmitindo, à partir da sua atitude, instruções para a equipe parar, ter atenção ou prosseguir.

FIRMEZA

Não se importe em ser mal interpretado como grosseiro quando você precisar agir com um pouco mais de energia pra resolver um problema. Em algumas situações, essa será a única linguagem em que você se fará entendido.

BUSINESS

Tá valendo a máxima de Dom Vito Corleone – “Nada é pessoal, só negócios”. Demita quando achar que o trabalho não tá rendendo. A saúde do negócio tá em primeiro lugar.